Como Fazer Sutiã de Sereia - Tutorial Top Mermaid - #Mermaid #RaveBra

Hi Guys, Let's Make a Mermaid Top or Rave bra? Oie, H-Sama aqui! Vamos aprender como Fazer um top de Sereia?

Monday, July 26, 2010

ESPECIAL GEISHA vol1: O mundo das flores e dos salgueiros

Umeha é a minha Geisha favorita!

Eu passei o dia todo pensando como começar um assunto tão complexo assim, do zero.
Fiquei pensando se não seria melhor falar de kimonos antes pra depois falar de geishas (e eu vou acabar falando no meio) --mas seria como falar das roupa branca pra depois explicar o ofício de um dentista: de nada diminuiria a sua complexidade.

Sim, eu sei que no japão não se escreve com acento, mas eu coloco acento pra você saber como falar, ok? Atenção nas sílabas tônicas. hehe

por isso, começamos assim:

porta do okiya Kamishichiken






Kamishichiken

O hanamachi mais velho de todos no japão. 


Existem cinco bairros de geisha e eles são chamados desde a antiguidade de Hanamachi ou cidade das flores (hana= flor -machi=cidade obs.não é rãna é háná), nesses bairros é que estão os "quarteis generais" dessas "familias" de geishas: É nele em que está a casa em que elas moram (okiya), e as casas de chá na qual trabalham. E elas trabalham duro!


Só pra você saber os bairros são Kamishichiken, Pontochô e Gion Kôbu têm os mairores STATUS -eles são os mais caros e frequentados por políticos e homens mais ricos (dizem que o Gion Kôbu está no topo), as geishas de Gion Higashi, e Miyagawacho tem grande status também, mas são consideradas inferiores. Cada um é um pouquinho diferente do outro, Como eu gosto mais do Kamishichiken (上七軒) é deste que eu vou falar hoje em diante.


No mundo todo elas são mais conhecidas como Geishas (芸者), mas em Kyoto elas preferem ser chamadas de GEIKO (芸子) que significa literalmente pessoa artista. Sendo gei= arte e sha= pessoa que faz (fazedor). Ou seja, existe Geisha homem, mas isso eu falarei de uma outra vez.


Karyūkai 

A dúvida mais frequente é se as geishas são ou eram prostitutas. A resposta é não. 
As geishas puderam nascer depois de anos de "evolução" na cultura das mulheres cortesãs. 

As cortesãs eram mulheres que prestavam entretenimento e, também sexo em troca de dinheiro. Elas eram pessoas que não se casavam, nem constituíam família: viviam do teatro, de dançar, cantar e animar festas e claro, de sexo. Mas não era só sexo.

-Lembrando que no Japão as pessoas não eram cristãs e a maioria dos casamentos era arranjado, não havia amor no casamento, e por isso não tinham esses valores morais idênticos aos nossos,ok? É uma outra cultura!


Embora a Prostituição fosse ilegal, ela era legalizada dentro dos "quarteirões do prazer". As Yujo eram as moças encarregadas da função e As de mais alto nível eram chamadas de Ôiran 花魁 (não, Hairan ="airan" não tem nada a ver)


Nesta época haviam homens geisha que eram responsáveis pela música e entretenimento nessas festas em que as Oiran trabalhavam. Algumas mulheres mais divertidas, habilidosas e inteligentes, perceberam que ganhava-se mais em troca de entretenimento, e assim, começaram elas mesmas a prover a música, shows de dança etc.


Para não haver competição entre Geishas e Oirans o governo Japonês proibiu que as Geishas vendessem sexo, ou seja, elas deveriam apenas se sustentar com sua arte.E com isso nascia uma nova profissão, agora devidamente regulamentada pela lei....



Com o tempo, elas se distanciaram ainda mais e pararam de frequentar os mesmos ambientes, hoje atendendo somente festas particulares, hoteis e regularmente nas casas de chá.





"Mas, H-sama, existia geisha que fazia favores sexuais por dinheiro?" Devia ter. 


Até porque é um estilo de vida caro e tem muito assédio de homens com dinheiro (e você sabe que este tipo de homem quer comprar de tudo!)- além disso, o Japão teve grandes períodos de recessão, então compreendo que uma pessoa sem marido, sem herança e sem posses, possa ter recorrido à esse recurso para não passar fome nestes períodos...


Muitas geishas venderam seus kimonos, obis, kanzashis... ou seja, seu material de trabalho, pra se sustentar mesmo.




Mas voltando ao "problema do sexo": Assim como tem modelo que faz sexo por dinheiro - tinha geisha que fazia... 
Mas não é porque uma pessoa é modelo que ela OBRIGATORIAMENTE faça programa, algumas meninas fazem sexo com cliente porque fazem, outras porque querem e outras porque precisam de dinheiro mesmo - Porém O propósito da modelo é um... e é mesma coisa com as geishas... Como elas nunca casam, é compreensível que se envolvam com pessoas que elas conheçam, não é?
Quem nunca viu um profissional se apaixonar por um cliente? Enfim...




Por muitos anos, elas tiveram essa sombra de prostituição no nome...
Se a gente fosse comparar hoje, eu compararia (de uma forma muito simplória) com misses ou modelos de evento: são meninas e mulheres bonitas e charmosas treinadas pra animar festas e só. A diferença é que elas tem um treinamento intensivo de anos e hoje, pra ser considerada uma geisha, a pessoa precisa dominar umas 7 artes, entre elas: a dança, o canto, o diálogo, o jogo e  tocar algum instrumento musical.

(oiê, você acha que miss não tem treinamento? Muitas misses tem sim, na Venezuela tem escola de misses!! Eu mesma tive treinamento)



Outra coisa que agravou esse estigma de "prostituição" foi a invasão dos Estados Unidos ao Japão. Com a grave rescessão do pós-guerra, muitas mulheres se prostituiam para as tropas, e se auto-entitulavam geishas  porque era fácil  pros americanos falarem.


Só um adendo antes de você julgar essas moças e dizer que elas destruíram a reputação das Geishassaiba que TODO PAÍS que perde uma guerra isso acontece com suas mulheres. Homens morrem, mulheres ficam viúvas, não tem como se sustentar, o país em crise... Algumas recorrem voluntariamente à prostituição, mas outras são obrigadas. O Governo japonês obrigava mulheres à "servir às tropas" algumas sendo até muito novas, isso era como "medida de proteção ao povo de bem" para evitar que os soldados estuprassem pessoas aleatóriamente. Essas mulheres obrigadas pela lei eram chamadas de "mulheres para conforto" ou ianfu (
慰安婦). Basicamente Escravas Sexuais. Então, não vem com com seu julgamento não.


File:Matsuei.jpgOutra profissão que contribuiu para o estigma também foi a das Geishas de Onsen 温泉芸者 (Ou geishas de termas clique aqui pra ver) que eram mais que prostitutas pagas pra entreter homens de negócio e estrangeiros endinheirados dentro das termas do que realmente geishas (artistas).


A maioria não tinha um treinamento artístico específico, mas existiam aquelas que tinham algum treinamento numa arte Geiko. Todas eram forçadas a fazer sexo como parte do trabalho. E seu mizuage sempre involvia perder a vingindade com um homem rico, que posteriormente seria seu danna (tipo um patrocinador).


Elas não usavam kimonos rebuscados, nem Obis bem trabalhados, nem penteados  ou maquiagem elaborada como as Geiko.


Na foto você pode ver a belíssima Matsuei de Yuzawa, Niigata, com seu kimono com estampas de Glória da Manhã e acácias (minhas favoritas).  A cidade de Yuzawa (湯沢町 Yuzawa-machi é uma cidade-terma localizada nas maravilhosas montanhas do Japão.

Embora hoje as Onsen Geisha sejam somente artistas, o termo ainda é muito pejorativo, e uma Geiko ficaria estarrecida de ser chamada de geisha de terma.


No filme Memórias de uma Geisha mostra erroneamente uma Geiko agindo como Geisha de Terma.  O que nunca aconteceu. O cara misturou foi tudo - mas o filme ainda continua divertido porém muito errado! 








A mulher faz do corpo dela o que ela quiser, não é verdade? E hoje, o que uma geisha faz da sua vida sexual só diz respeito a ela. E quer saber? Nem ligo.


Não é porque a moça faz sexo que ela deixa de ter todo o conhecimento, cultura e habilidade que sempre batalhou duro para ter. Ela não deveria ser julgada só por isso. Ela é muito mais do que só um corpo. Uma geiko representa a essência da cultura do povo Japonês. E é um patrimônio da humanidade.



Hoje as geishas são muito respeitadas e mantém viva a tradição e cultura de anos atrás... e de forma viva! Elas vivem a cultura.




As geishas vivem numa realidade diferente que elas chamam de Karyukai (花柳界) que significa "o mundo das flores e dos salgueiros":




 já que as cortesãs seriam as flores coloridas (e que só duram o verão) ... enquanto as geiko seriam os salgueiros fortes, mas delicados  e cheios de graça ( prevendo que as geishas não acabariam).  

Não há mais Oirans no Japão por força da lei, mas você pode ver reciação do estilo em vários desfiles em datas comemorativas.

A ópera kabuki Fuji Musume (que eu adoro e falo aqui) conta uma lenda japonesa, e nela a protagonista prevê que a arte das Cortesãs vai durar para sempre.






COMO DIFERENCIAR?


Diferenciar uma Geisha de uma Oiran é a coisa mais fácil do mundo.


Geisha: OIRAN Parade - there are no Oiran in Japan now but the role is played by actresses in stunningly beautiful kimono for special celebrations:



Uma Geisha é sempre discreta e elegante, chamando atenção por sua técnica e maneiras delicadas, enquanto uma Oiran chama atenção. PONTO! A Oiran está sempre muito bem vestida e ricamente adornada. 



Ichiyo-zakura festival  一葉桜まつり |:

Além de belas, sua roupas pesam kilos, seus penteados são super elaborados e seus sapatos altíssimos, geralmente necessitando de ajuda ao caminhar. 



What a lovely face and picture. She looks peaceful and serene. Kimono: per prior pinner: kimono oiran:

As Geiko usam somente um tipo de penteado  adornado com pentes discretos nos cabelos, mesmo em ocasiões muito especiais. O penteado das Geiko é chamado de Taka Shimada e falarei dele em outros posts. Já os das Oiran eu não sei como chamam nem sei se tem variações. Acredito que sim, mas em geral, eles tem duas montanhas nos coques, parecendo orelhas de raposa.


geiko Ayano in front of Ichiriki ochaya: Oiran's Geta:

Outra diferença drástica é que uma Geiko sempre usa meias brancas cobrindo os pés e sempre calça getas com 2 dentes, enquanto uma Oiran sempre tem os pés nus e getas com 3 dentes altíssimos



Oiran with kamuro, (By noel43).  Late 19th c hand-colored print):


Antes da moça virar Oiran, ela passava por um treinamento, e eram chamadas de Taiyuu...Esta foto foi tirada no século 19 e foi colorida à mão.



Maiko Girl and Geisha 1910 by Blue Ruin1, via Flickr:

Do mesmo jeito, antes de virar Geiko, as moças passam por um treinamento também e são chamadas de Maiko. Aqui nesta foto, também colorida à mão, você pode ver a Maiko em pé e a geiko agachada com kimono lilás.



Geisha in Semi-Profile 1900 by Blue Ruin1, via FlickrPhoto of Yoshiwara courtesan Komurasaki, Taisho period. [note: this image was found on Pinterest by someone who sourced it from the nice TAMBI site here on Tumblr. I have removed the heavy yellow aging cast, and so the image begins a refreshed life…]:

Uma Geisha SEMPRE usa o obi amarrado atrás, enquanto uma Oiran usa seu obi amarrado na frente. SEMPRE. Porém as oiran tem vários laços (musubi) diferentes. Este laço do obi eu acho que é chamado de Mainata - Musubi, mas não tenho certeza dos outros estilos. Desculpe, mas não tenho muitas informações sobre Oirans / Tayuu / Yujos.




Geiko 芸妓back shot of maiko - again, notice the attention given to her nape considered the most beautiful part of a woman.:

Sendo o obi das Geiko amarrado em Taiko musubi e o das Maiko em Darari Musubi (como é cantado nesta música hino das geishas que eu já falei e traduzi aqui)  





Mais sobre geishas e como diferenciar cada tipo aqui neste post.

>>>> ESPECIAL TUDO SOBRE GEISHAS: vol 2 <<<






O que acham delas, gostam? quem tiver perguntas pode escrever nos cometários também!

16 comments:

  1. existe "Gueisho"? O_O'''

    É muita arte pra aprender, a menina tem que nascer sabendo umas 3 pelo menos. Aí vai treinando o diálogo assim que aprender a falar. O resto aprende na escola de formação de gueisha.

    ReplyDelete
  2. Ameiii a matéria!!!! Amo Geishas!!!*-*

    ReplyDelete
  3. AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHH quanta coisa linda *_*
    E finalmente entendi essa coisa de Geisha X Geiko. Eu antes viajava na batatinha frita achando que Geiko era tipo aprendiz de Geisha (viajei ¬¬).

    É taaaaanta coisa que tem que saber fazer que de fato a pessoa tem que viver pra isso.
    Uma verdadeira artista treinada pra ser artista.
    As cortesãs não se casavam, nem constituíam família. Geisha pode ter familia, tipo, filhos?

    Não sabia que existiam bairros específicos de geishas.
    A Umeha é linda demais! Procurei mais fotos dela no Google.
    Nossa deve dar um trabalhão pra fazer toda essa produção, maquiagem se vestir e tudo mais.
    O cabelão é delas mesmas?

    ReplyDelete
  4. @Aqualye Geishas podem ser homens sim. Mas isso hoje é altamente incomum, já que a maioria dos patrocinadores é homem e quer sair com mulheres...

    os Taikomochi ou hokan(geishas homem) existem ainda hoje mas são poucos foto no link Taikomochi do distrito de Asakusa >>
    http://www.flickr.com/photos/petermacintosh/2544698478/

    ReplyDelete
  5. @SaeKawaii Não... uma pessoa de arte vive só pra arte.

    Algumas mulheres nasceram pra se tornar mães outras pra se tornar geisha.

    Mas as geishas são uma familia, só que adotiva! Cada uma adota uma irmã mais nova (ne-san) e tem uma mãe (okaa-san)que cuida do okiya

    ReplyDelete
  6. Nossaaaaaaa que curioso! Jamais imaginaria que existia a versão masculina de geishas. H-SAMA, vc é uma enciclopédia viva ♥

    ReplyDelete
  7. Nyaaaa que fofo! =3 Adotar uma irmã mais nova e ter uma mãe que cuida do okiya *_* Como vc disse é uma família mesmo!

    ReplyDelete
  8. Os Hokan (homens geisha) eram numerosos -hoje são só 5 em TODO japão.

    Não se vestem como mulher necessariamente.
    Esses 5 não se vestem. (é o do meio na foto do link que eu mandie no comentário em cima)

    ReplyDelete
  9. Depois que eu li o livro Memórias de uma Gueixa viciei e sempre procuro saber mais sobre elas. Adorei a matéria! *--*

    ReplyDelete
  10. Gostei muito do post, me ajudou a compreender coisas que um amigo meu fez o favor de mentir ¬¬' (ele falava pra mim que gueixas = prostitutas. Que raiva Dx)
    Uma vez eu li apenas um trecho da jornada de uma garota que sonhava em ser gueixa. Fiquei bastante curiosa :3

    ReplyDelete
  11. Nossa..super legal o post..^^
    eu estou lendo o livro Xógum de James Clavell e uma questão dentro de toda a cultura japonesa que é ali mostrada, é a questão do "travesseiro" (modo como chamam o sexo). Para eles é algo natural, necessário e que faz bem para a saúde, principalmente do homem. Tem várias passagens engraçadas sobre esse tópico, mas mostra como eles eram bem liberais sobre esse assunto. Um homem e uma mulher "travesseirando" é algo muito natural, mas que deve ficar na intimidade apenas deles.
    Tem até uma personagem que é chamada de cortesã e é paga por serviços diversos e mesmo sexuais. Mas ela é adepta das artes e dos mesmos costumes das gueixas. Achei bem interessante..^^
    E sem contar memórias de uma gueixa, né? Perfeito demais..^^

    ReplyDelete
  12. nossa, eu adoro seus posts, sério, eles são super cheios de informações, sempre quis saber mais e mais sobre elas e talz, adorei mesmo!

    ReplyDelete
  13. Numa reportagem do "Domingo espetacular" eles disseram que as gueixas inicialmente entretiam os homens mais poderosos e suas cortesãs, e que a arte começou com os homens mas fez sucesso com as mulheres. Sabe me confirmar esta informação/

    ReplyDelete
  14. @Maira

    creio ser correta.
    Só homens trabalhavam e por isso tinham dinheiro para pagar geishas;
    só homens ficavam na rua até tarde pra ir à festas...

    mas realmente muitas mulheres admiravam as geishas. ( o que eu acho impressionante)
    elas viravama atração aonde iam, as pessoas queriam falar com elas, tirar fotos...
    era febril.

    ReplyDelete
  15. Eu sinceramente fico revoltada quando vejo tratarem as geisha como "prostitutas arrumadinhas e estudadas"... É um absurdo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pois é... é ignorância....
      Afinal, É muito dinheiro investido na educação e carreira de uma mulher pra ela ser só prostituta... Ninguém investiria pesado se fosse só sexo. Lógico que não é.

      Delete

H-SAMA.com: STYLE and HOBBIES!
O blog se alimenta de comentários, se você não comenta, o blog fica com fome e pode até morrer! Não deixe o H-Sama blog morrer! COMENTE!

TODOS os comentários serão lidos, respondidos com carinho.
Dentro de alguns minutos seu comentário estará no ar (volte pra ver!)

+++

All comments are read and will be on air. Come back to see it.
The blog is fed with comments. If you don't feed it, it can die. Don't let this blog die. Comment.