sábado, 5 de novembro de 2011

Um dia de Folga

Um dia de Folga 
e o sumiço da roupa

 Me bateu um dia de moléstia aqui e eu precisei tirar folga.
Lá pelos meio-dia eu já estava melhor, e pensei... o que fazer nesta sexta?

Eu estou com esse probleminha ultimamente, de repente fiquei com alguns sábados de folga e nunca sei o que fazer..
E agora numa sexta?!

Pensei em usar o dia livre e arrumar o quarto... ir ao banco... sei lá, ter um dia produtivo.
Pensei até em ir trabalhar, afinal eu não tinha NADA pra fazer em casa.

Honestamente, fiquei com vergonha, já que ninguém "normal" pensa nessas coisas em dias de folga...
entrei no pupe, entrei no facebook, pra ver se tinha "idéias"... (mentira, estava só me enganando...)

daí, tendo certeza disso, decidi tirar meu dia de folga normal. Sem nerdice ou parecer uma workahollic.



Peguei poucas coisas, um livro, vesti meu kafkan, me pus num micro-bikini e fui à praia.
assim, com tudo descombinando... sem pentear o cabelo...
Sozinha.
Pra bronzear.

"People are strange, when you're a stranger
Faces look ugly when you're alone"

um kafkan 

Não me senti muito incluída por lá. Não vão muitos nerds à praia, né?
 joguei-me em cima da canga e danei a lei um livro.

Tinham alguns rapazes por lá... não sei porque, mas à tarde lota de rapazes...
apesar de sozinha, passei uma tarde agradável sob um sol morno... leitura gostosa...

No fim da tarde já ventava bastante... satisfeita, resolvi vir embora, areia na cara é ruim.
levantei me espreguiçando, molenga, preguiçosa....
E então, fui peguei meu kafkan e.... cadê?


leia abaixo o restante


"F*deu! Minha roupa sumiu."
é só comigo que essas coisas acontecem...
Como eu falei em voz alta, um rapaz bobado, que passava ao lado correndo na areia, parou: "É o que morena?"
Fiquei com vergonha dele ter ouvido só metade e expliquei: "a minha roupa de praia sumiu".

Aí ele prontamente se ofereceu pra ajudar a procurar... Eu de óculos
 e bikini, não tava podendo recusar muita ajuda...(estava de óculos pq a lente bixou)
Ele perguntou como era a roupa e eu disse que era um vestido com flores azuis... ele ia entender o que era kafkan??

Enquanto procurava eu pensava em como voltar pra casa sem a bata..
e logo imaginei como seria explicar pro meu namorado sem parecer mentira, tipo: "ah, eu fui na praia sozinha e quando levantei minha roupa tinha sumido... e agora um cara desconhecido está me ajudando a procurar pq eu não enxergo" - Ele não ia acreditar!!

depois de alguns minutos, achei láááá embaixo a minha bata, meio coberta de areia, e mato (´___`)'
peguei e acenei pra ele "já achei, o brigada!" - já pode parar de procurar, pensei

Fui pro calçadão me vestir... até então eu estava só de bikininho.

Ele já longe de mim veio correndo na minha direção.Tá né.

"Achou?"
"achei" acabei de dizer isso, pensei
"Deixa eu ver. Ah! era isso?"
er...ok, né... "como assim?"
"ah, quando você falou vestido, eu imaginei um vestidinho e não essas blusas indianas"
ok. my mistake. Enquanto ele falava eu tentava me vestir.
O vento estava insuportável e entrava pelo kafkan e o inflava como uma vela de navio!
Então ele disse: "Difícil vestir isso aí, hein?"
ai. (#ó__ò#)
** vermelha**
quer algo que me deixa sem jeito é um cara parar pra assistir vc tirando ou colocando a roupa.
Eu pensava: vá embora! Continue a sua corrida, você já pode ir...
É uma coisa complicada esse sentimento de nudez. Eu passei a tarde toda bem, porque estava deitada tomando sol, no momento em que quis me vestir e não achei a roupa, me senti nua.



Ele pegou o kafkan pelas mangas e segurou pra que eu vestisse. ok, obrigada, valeu viu?
"qual o seu nome?"
"H" 
ele repetiu como se gravasse.
"o meu é M..."
"Obrigada por ter ajudado a achar a minha roupa!" fiz uma reverência com a cabeça, ele achou graça. 
"é.... não sei se isso está certo. Não é muita roupa pra praia?" disse rindo
 homens tem sempre um jeito meio cretino de falar algumas coisas, eu não respondi
"já está indo?"
"estou. vou pra casa de uma amiga"
"a tah... vc tem namorado?"
"tenho" 

Mas ainda que não tivesse!!!  Eu tenho que me prostituir pq um louco parou a caminhada pra me ajudar?
Fico pensando que ajuda agora paga-se com beijos?


2 comentários :

  1. Se tem uma coisa qu eu adoro nesse blog são as histórias da H!
    Cada uma mais inusitada que a outra. Sobre o carinha ai, penso que ele acreditou ser seu grande héroi, consequentemente achando que mereceria mais "atenção" . Gentileza genuina? Not.

    Beijos, H. Sorte nas suas aventuras ^^

    ResponderExcluir
  2. verdade tbm adoro suas historias h

    ResponderExcluir

OPAAAA A GENTE ADORA COMENTÁRIOS!!
COMENTE, COMPARTILHE E SE DIVIRTA.


Todos os comentários serão lidos, respondidos e levados em consideração com carinho.Mas seja Educado.
Dentro de alguns instantes ele estará no ar (volte pra ver!)

Related Posts with Thumbnails