Como Fazer Sutiã de Sereia - Tutorial Top Mermaid - #Mermaid #RaveBra

Hi Guys, Let's Make a Mermaid Top or Rave bra? Oie, H-Sama aqui! Vamos aprender como Fazer um top de Sereia?

Friday, August 1, 2014

5 coisas para se preocupar ao sair de uma convenção ou Dicas de Como usar cosplay na rua


como usar cosplay na rua



As convenções de Anime nunca estiveram tão fortes, e agora no Brasil tem pipocado convenções de Comics, com um público bem mais abrangente.

Tão importante quanto saber com que cosplay ir à um evento é saber como ir e vir de um evento já estando fantasiado. Em outras palavras, como se usar cosplay na rua!

Estas são dicas para quem quer ou está iniciando a vida de cosplayer.

Bom senso é indispensável.


ATENÇÃO: Não tem certo ou errado na vida. Essas são dicas da H-Sama, 
tenha sensibilidade e bom senso na hora de ler porque são dicas e não obrigações.
Funciona pra a H-Sama e por isso ela está compartilhando para evitar que você e outros se machuquem ou corram perigo.  Cada um faz o que quiser da vida, não é mesmo? 





Essas dicas são para o caso de você já vai sair de casa fantasiado  ou de cosplay ou de  algum visual:

O meu primeiro evento foi assim: usando um visual e não cosplay. Eu saí de casa com a minha roupa Elegant Goth e peguei um busão.
Estava de sapatos bonecas pretos, meias 7/8 brancas, saia preta de cintura alta  (cópia de um modelo lançado pela marca do Mana), corselet branco + um pequeno Headress. Não era cosplay ou fantasia mas numa cidade pequena chama bastante a atenção.



Viu como estão batendo fotos dela e ela nem percebe? Isso acontece. source

1. Saiba que você VAI ATRAIR DÚZIA DE OLHARES
Essa não é realmente grave, a não ser que você seja tímido.
Você pode achar essa descrição da minha roupa super normal ou não, mas era assim mesmo que eu me vestia quando saía a noite por isso eu não me preocupei com os olhares. Porque este era o meu estilo. Eu estava acostumada, mas se você tem vergonha e não está acostumado a ter um estilo que chame a atenção, não use o cosplay na rua. 
Faça só o que te faz sentir-se bem.



2. Saiba que MUITA GENTE TEM PRECONCEITO
Olha, cosplay não é roupa de moda. 
Você pode estar num mega orgulho do seu cosplay de Sakura Kinomoto, mas uma garota com saia rodada e touquinha é ridículo! - É TÃO ridículo que até a Sakura tem vergonha das roupas que a Tomoyo a faz usar.
Entenda: como cosplay está linda -- na rua, é uma roupa Ridícula!
Se alguém fizer alguma graçinha ou debochar ignore. Não fique batendo boca. Ele provalemente não sabe que é um cosplay e não vai mudar de ideia só porque você se aborreceu.
Tem gente que se diverte em ver que você ficou chateado, por isso não dê trela. Chame um segurança ou a polícia.

Uma vez fui a Liberdade (bairro oriental de São Paulo) usando um yukata, lá, sofri preconceito por ser negra e estar usando kimono. Chamei a polícia e fiz um boletim de ocorrência.



"Ética pastoral, bom senso e vergonha na cara é algo que não deve faltar nos líderes eclesiásticos. " Retirado deste Blog Gospel source


3. Saiba que VOCÊ TEM UMA RESPONSABILIDADE
Lembra-se de um caso há algum tempo atrás que apareceu na mídia dizendo que "RPGistas matam meninas" e "Casal de Cosplayers foge de casa"?
Pois é, nas manchetes não aparece "Gente doida mata menina" ou "Casal rebelde foge de casa"...


Agora que você está fantasiado deixou de ser você para ser parte dos "Cosplayers" por isso, eu lhe imploro:

COMPORTE-SE BEM. Não faça bagunça, não quebre coisas, não incomode.
Repito: não incomode. Não estou dizendo para fingir que não existe e passar despercebido, estou dizendo, especialmente para os brasileiros, para não incomodarem. Não gritem, não chutem lixeiras, enfim, não use da fantasia ou cosplay como desculpa para agir como um louco sem-educação.

E não faça nada para prejudicar a maioria. 

Fique na sua até chegar no evento, lá você solta as suas frangas. 
Que é o que você faz todo dia. Haja normal. A rua é um espaço de todos.

Já percebeu como tem gente que é de um jeito e quando vai pro evento sai fazendo o maior escarcéu na rua parecendo que quer chamar a atenção? Porque não ser você mesmo?




4. Saiba que VOCÊ NÃO ESTÁ FAZENDO COSPLAY ESTÁ SÓ FANTASIADO.

Aqui eu sei que vai ter gente que vai querer me matar mas a verdade é essa!
Não aja como o personagem fora do evento ou do palco.

As pessoas nem sempre entendem e é chato pra quem não conhece.
Do mesmo jeito que incomoda Funk alto dentro do ônibus ouvir gritinhos de garotas e meninos animados em japonês também! Aliás, até pra quem conhece é chato muitas vezes.

Certa vez encontrei uma menina e ela estava de cosplay, eu não. Ela veio falar comigo e eu claro que tentei conversar com ela, tentei. Ela agarrou os meus seios e eu fiquei bem constrangida! Perguntei porque ela fez isso e ela disse que é da personagem. Gente, bom senso. Nem todo mundo quer brincar com você. Saiba brincar em grupo!

Você não quer ver pastores histéricos pregando no meio da rua, né? Então porque fica gritando as suas coisas também? Não haja igual. Seja educado e use o bom senso.

Agir com educação faz o preconceito diminuir.



[Exemplo de cosplay que não se deve ser usada para sair de uma convenção.]


5. Saiba que VOCÊ PRECISA SE PREOCUPAR COM A SUA SEGURANÇA

Cosplay já chama atenção. Ponto. 
A menos que você esteja fantasiado de Ikari Shinji em suas roupas casuais, os ladrões ou gente pior vão ficar mais espertos quando você passar, já que estará chamando atenção. 

O mesmo serve para meninas e suas roupas indecentemente curtas. Cosplay chama atenção!


Cuidado redobrado principalmente para quem viaja e está em um lugar desconhecido, não se afaste do grupo, tenha atenção para o local do ponto de encontro e respeite os horários que o seu ônibus sai no caso de caravana. 


#OlhaAHora! Gosta de cultura japonesa mas não pensa no grupo?! Cartão vermelho! Saiba que é muito sem educação fazer todo mundo ficar esperando e se preocupar com você por você estar atrasada! Extremamente desrespeitoso! E, infelizmente, em toda caravana tem uma pessoa que faz isso.






Japoneses limpam o estádio que eles sujaram após jogo da Copa no Brasil e dão exemplo mostrando educação, trabalho em grupo e responsabilidade.



Você ou algum conhecido seu já correu algum risco ou teve algum problema na ida/saída de um evento?

Já viu alguém sendo assaltado ou algo parecido? 
Que dica você adicionaria aqui?






3 comments:

  1. eu saí usando uns meiões listrados (era visual, não cos, da minha época 'dark'). Um tiozão passou e perguntou se eu ia jogar futebol de vestido em algum lugar, pra falar pra ele q ele queria assistir -.-

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu ri.
      Já me perguntaram se eu ia apresentar em algum teatro.

      Delete
  2. Ano passado estreei como coplayer, em um evento no município onde eu moro, que por sinal atraiu muita gente, e eu saí de casa com a galera e peguei busão usando cosplay, eu estava toda montadinha de Kurusu Syo (uta no prince-sama), e o povo ficou super me encarando, e eu lá no busão em pé com a maior cara de pau como se fosse a coisa mais normal do mundo hahaha'
    Mas tenho certeza que se eu estivesse sozinha morreria de vergonha kkkk'
    O povo olha e julga mesmo, até porque isso não é algo com o que eles estão acostumados, por isso é importante ter muito bom senso, caso contrário isso trará vários problemas!

    ReplyDelete

H-SAMA.com: STYLE and HOBBIES!
O blog se alimenta de comentários, se você não comenta, o blog fica com fome e pode até morrer! Não deixe o H-Sama blog morrer! COMENTE!

TODOS os comentários serão lidos, respondidos com carinho.
Dentro de alguns minutos seu comentário estará no ar (volte pra ver!)

+++

All comments are read and will be on air. Come back to see it.
The blog is fed with comments. If you don't feed it, it can die. Don't let this blog die. Comment.